Benefícios


Porque fazer terapia com um profissional psicólogo?

Segundo o conceito de 1947 da Organização Mundial da Saúde (OMS), saúde é definida como: “Um estado de completo bem-estar físico, mental e social, e não apenas a ausência de doença ou enfermidade”

Nossa própria Constituição Federal de 1988, em sua seção sobre saúde (Art. 196), define-a nos seguintes termos (grifos do autor): “A saúde é um direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doenças e outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação.”

No Dia Mundial da Saúde Mental, 10 de outubro, a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS/OMS) lembrou que o conceito de saúde vai além da mera ausência de doenças — só é possível ter saúde quando há completo bem-estar físico, mental e social.

Para a Organização Mundial da Saúde, saúde mental é um estado de bem-estar no qual o indivíduo é capaz de usar suas próprias habilidades, recuperar-se do estresse rotineiro, ser produtivo e contribuir com a sua comunidade.

Uma implicação importante dessa definição é que a saúde mental é mais do que a ausência de transtornos mentais ou deficiências. Há também fatores psicológicos e de personalidade específicos que tornam as pessoas vulneráveis aos transtornos mentais. Pode haver algumas causas biológicas, incluindo fatores genéticos, que contribuem para desequilíbrios químicos no cérebro, segundo a OMS.

Para a ciência Psicológica (conselho regional de psicologia-CRP) o conceito de saúde mental é a capacidade de tomar decisões em relação a própria vida, é a capacidade de se organizar interiormente e organizar o que está em sua volta.

Quando a organização mental encontra-se prejudicada, seja por sintomas ou sofrimentos psíquicos, deve-se procurar um profissional Psicólogo.

O Psicólogo é o profissional capacitado e especializado para promover a saúde mental nas pessoas seja através de atendimento clínico, organizacional, social e nas políticas públicas.



A Psicanálise como método para terapia

A teoria psicanálise foi desenvolvida por neurologista austríaco Sigmund Freud (1856-1939) e está intimamente relacionada a sua prática psicoterapêutica. Ao longo de mais de 100 anos, teve colaboração (posterior) de outros autores como; Winnicott, Melanie Klein, Jacques Lacan, Wilfred Bion entre muitos outros.

É uma teoria que procura descrever estudo das causas das doenças dos transtornos mentais o desenvolvimento do homem e de sua personalidade, além de explicar a motivação e o funcionamento, da mente humana.

A psicanálise, além de ser uma teoria, é uma terapia. Esse estudo é comumente usado para tratar depressão, transtornos de ansiedade entre outros. Abordagens que apresenta resultados eficientes para aliviar sintomas de sofrimentos psíquicos e questões existenciais.

Para a psicanalise, nós não temos consciência de vários fatores que definem nossas emoções e comportamentos, por isso os psicólogos psicanalistas buscam a explicação no inconsciente.

Tudo é pautado na relação de confiança entre o analista e o cliente, sendo o diálogo o principal instrumento de trabalho.

A psicanalise é um tratamento personalizado que permite a evolução, diferentes de medicalização que é um tratamento padronizado.

Utilizo também o método de Terapia breve de orientação psicanalítica para atender as necessidades de brevidade no tratamento das pessoas. A fundamental característica da TBOP (Terapia Breve de Orientação Psicanalítica) é de que ela trabalha com um foco definido e um tempo limitado, encaixe perfeitamente no padrão de velocidade exigido pela modernidade. As sessões são realizadas uma vez por semana com duração de 45 minutos.

Você pode marcar uma sessão sem compromisso, para avaliação.
O legado que nos ensinou Freud foi cuidar de nós mesmos (Élisabthe Roudinesco)

agosto 22, 2019

Mauris luctus eros